Como eu faço para lidar com o medo

Vou te contar  um segredo. Eu tenho medo.

Medo da Empreendemia não dar certo. Medo do meu Bahia cair pra série B. Medo da minha vida profissional atrapalhar minha vida pessoal e, principalmente, medo de você não ler esse artigo até o fim porque eu fiquei repetindo que tenho medo.

Porém, isso não me impede de trabalhar diariamente pra Empreendemia dar certo, torcer pelo glorioso Bahia, dar um jeito de conciliar o profissional com o pessoal e, principalmente, escrever esse artigo até o fim.

Risco é igual ao impacto do problema multiplicado pela probabilidade dele acontecer
Uma técnica que tem me ajudado muito é pensar “Qual a pior coisa que pode me acontecer?”.

No caso de começar uma empresa, a probabilidade de algo dar errado é consideravelmente alta. Para compensar isso, o que eu fiz foi minimizar o impacto caso isso aconteça.

Na prática, eu gastei o mínimo de dinheiro possível e fiz questão de aprender tudo que podia sobre minha área de atuação. Se eu falhar na Empreendemia, tenho certeza que sou extremamente capacitado na minha área e consigo voltar em uma boa posição no mercado de trabalho.

Foque no benefício, não no custo
Praticamente qualquer decisão passa por uma análise (muitas vezes inconsciente) sobre o custo e o benefício.

Infelizmente, boa parte das pessoas foca apenas no custo (a fonte de medo) e esquece do benefício (a fonte de coragem). Isso as impede de fazer coisas memoráveis.

Quando vou tomar uma decisão, minha análise sempre começa por “Qual vai ser o benefício?”. Só depois penso no custo. Se o benefício é maior que o custo, game over, a decisão vale a pena.

Falar é mais fácil do que fazer, mas te garanto que é um hábito que você consegue treinar ao longo do tempo.

Descubra onde o custo de não arriscar é maior do que o de arriscar
Quando decidi começar a Empreendemia, minha opção era seguir em uma carreira que eu achava simplesmente um saco.

Ficar em um ambiente que eu não me sentia em casa era infinitamente mais doloroso do que o risco de ficar sem salário, ser chamado de desempregado e diversos outros custos ligados à jornada do empreendedor.

Lembrando que, se tudo desse errado, eu estaria bem capacitado para poder voltar atrás.

Se você tem medo, é um sinal de que isso é relevante
Qual foi a última vez que você comemorou freneticamente (daquelas comemorações de sair correndo e gritando “Scooooreeeeee!!!”) uma conquista em que não havia nenhum risco?

Se você tem medo de fazer algo, isso é um sinal óbvio de que é algo importante. Se não fosse importante, por que você teria medo?

Ou seja, se você tem medo de algo, provavelmente o benefício é maior do que o custo e vale a pena correr atrás disso.

Use a técnica do “Ah, já estou aqui, vambora!”
A primeira lembrança que tenho de lidar com o medo é da época em que eu tinha medo de montanhas-russas. Minha tática era simplesmente entrar na fila, que é algo fácil de se fazer. Ninguém tem medo de entrar em filas.

Depois que eu estava na fila, seria simplesmente ridículo pular a correntinha e sair correndo. Então eu pensava “Ah, já estou aqui, vambora!”.

Essa mesma técnica me ajudou a superar meu medo de falar em público.

Me candidatar para apresentar algo não me dava medo. Montar uma apresentação não me dava medo. Subir atrás do palco também não me dava medo.

Ir pra frente de todo mundo e apresentar, isso sim me borrava de medo. Mas depois que todo mundo está te esperando, você tem a apresentação pronta e está no fundo do palco, ir embora seria simplesmente ridículo. Então a única coisa a pensar é “Ah, já estou aqui, vambora!”.

E você, tem casos bacanas pra contar sobre como supera o medo no dia-a-dia? Agradeço muito se você compartilhar suas dicas aqui nos comentários.

Abraços,
Millor Machado (com medo desse artigo ser desprezado, mas já que estou aqui, vambora!)

Fonte: Saia do Lugar

Anúncios
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: