Arquivo de abril \29\UTC 2011

YouPix – Festival de conteúdo da internet

A Botelho Comunicação cobriu nos dias 26, 27 e 28 de Abril o evento YouPix que comemora sua 8ª edição no Brasil.

Esse ano aconteceu no Porão das Artes no Parque do Ibirapuera. O YouPix é o maior festival de cultura de internet do Brasil e essa semana reuniu uma mistura de pessoas, entre nerds, social medias, famosos da internet, publicitários, bloggueiros, enfim, uma concentração de pessoas interessadas em tudo relacionado à internet.

O espaço contava com um auditório onde acontecia debates, palestras e apresentações, na parte de fora tinha um bar, que servia Itubaína, água, e após as 19h tinha cerveja Devassa de graça pros convidados. Ainda tinha um lounge onde o pessoal sentava em puffs e conectavam seus iPhones, iPads, Notebooks, Netbook e tudo mais pelo wi-fi e ficava navegando entre uma atração e outra. No fundo do espaço tinha uma cozinha, onde eram preparados pratos com nomes de ‘coisas da internet’, como um bolo youtube, a salada Instagram e outros.

No primeiro dia, o primeiro debate foi conteúdo sobre sexo na internet, depois um debate sobre hip hop nas redes sociais, mais tarde rolou uma espécie de palestra em grupo, para definirmos os 10 mandamentos da web br, entre os mandamentos, temos:

– A informação é livre desde que não quibada;

– Você é responsável pelo que tuita e por quem segue;

– Deus no céu e Google no Browser;

– Não alimente os trolls.

Após essa escolha dos 10 mandamentos, tivemos um Passa ou Repassa ao vivo, com perguntas relacionadas à mídia digital, quem perdesse, levava tortada na cara. Imagina como ficou o palco depois? No final da brincadeira era torta voando por todo lado, até a platéia se deu mal.

No final da noite, tivemos as palestras Midias Sociais e Revolução e Mídias Sociais, Agentes Transformadores. Pra fechar a noite, teve a participação de Rafinha Bastos e Barbixas que fizeram um show de stand up pros convidados.

No segundo dia tivemos mais debates, mais focado na parte nerd e famosa da web, teve participação de Rafinha Bastos e Inri Cristo fazendo uma brincadeira e ‘batizando’ os iPhones, iPads, e etc dos convidados.

No último dia, teve debate no auditório sobre bloggeiras dos anos 50, uma comparação com os blogs de hoje em dia; bate-papo com pessoas que usam fake no twitter e conseguem milhões de seguidores; palestra sobre as tendências da internet; o melhor da noite na verdade foi a palestra “Pelo que os mouses clicam?” com a jornalista, escritora, física e etc. Rosana Hermann. A jornalista foi simpática, engraçada, e entreteu os convidados com a palestra muito boa e cheia de informação. No final teve participação de Marcelo Tas, Rafinha Bastos, Diogo Portugal, Vitinho “sou foda” e Cid do Não Salvo.

A noite fechou com música no lounge, com dj’s tocando músicas que foram escolhidas pelo público, através do site do YouPix.

Investimento no mercado digital cresce cada vez mais.

Você que ainda acha que o mercado digital é só uma fase, agora chegou a hora de mudar de ideia!

Dados divulgados pelo Agency Report 2011, no dia 25 de Abril mostram que cerca de 28% da receita das agências estão vindo do meio digital. E tem gente dizendo que tudo o que não for digital, perderá a importância. Eai, o que acha?

Os serviços digitais representam US$ 8,5 milhões do bolo de US$ 30,4 bilhões gerados em 2010 pelas 900 maiores agências de publicidade e marketing dos Estados Unidos.

Isso significa que 28% dos dólares que foram investidos em publicidade em 2010 foram direcionados para o mercado online. Representa uma alta em relação aos 25,8% de 2009.

Veja alguns dados estatísticos dados por um portal de PP especializado:

Seis em cada 10 dólares investidos no digital – ou US$ 5,1 bilhões – foram para agências especializadas, como Digitas e SapientNitro. A segunda maior porção – US$ 2 bilhões – foram para agências cujo core business é marketing direto ou CRM. O AdAge estima que as agências desses segmentos 42% das receitas nos Estados Unidos em serviços digitais no ano passado (as distinções entre agências digitais como Digitas e forças do direct/CRM, como Wunderman, a rigor, estão caindo por terra).

O resto das receitas – US$ 1,4 bilhão, foi investido em agências focadas em disciplinas como publicidade, promoção, healthcare e RP.

Sem surpresa, startups tendem a ter um foco mais digital. A Pereira&O´Dell, de San Francisco (e do Grupo ABC), gerou 55% de suas receitas do digital no ano passado. Mas as grandes também estão na mistura. A Leo Burnett Worlwide/Arc, agência de publicidade e serviços de marketing do grupo Publicis, contratou mais experts em digital do que qualquer outra agência digital.

Todas as áreas estão se voltando para o mercado digital, principalmente para as redes sociais, já que foi provado que hoje em dia são muito mais importantes e eficazes que algumas outras formas de divulgar a sua empresa ou seu produto.

A tendência é que cada vez mais esse número de receita direcionado a mídia online cresça, deixando para trás mídias tradicionais, antes tão importantes para qualquer campanha.

O jeito é aproveitar essa onda digital e não ficar pra trás! Investir mesmo, gerar cada vez mais receita e aproveitar cada pedaço desse mercado que só tende a crescer!

Nova ação da Renault

A Renault está pegando pesado na publicidade de seu novo carro, Fluence.

Na próxima quinta-feira, dia 28, a marca diz que vai explodir um carro de alguma marca concorrente para promover o Fluence. E como se já não bastasse a ação, ainda vai transmitir ao vivo pelo YouTube e em alguns grandes portais.

Vai funcionar pelo twitter, você cria um tweet com a tag #QueSeExploda dizendo porque quer que seu carro seja o explodido. O dono da frase mais criativa vai até Interlagos pra explodir algum carro concorrente, que ainda não foi revelado de que marca vai ser!

Porém, nas letras pequenas dessa ação, não diz se o vencedor ganhará um Fluence, e nem diz o que acontece se alguém disser que quer explodir algum outro modelo da Renault.

O investimento em mídia, de acordo com a marca, será para abranger cerca de 90% da audiência da internet brasileira. E para evitar futuros desgastes e críticas à marca, eles já divulgaram a seguinte nota:

“A Renault, em parceria com a Neutralize Carbono, irá neutralizar toda a emissão de carbono gerada pela combustão da referida explosão, por meio de certificados de redução de emissão expedidos pela UNFCCC (United Nations Framework Convention on Climate Change), órgão da ONU para mudanças climáticas.”

Veja o vídeo da campanha, abaixo:

Facebook Studio – Nova plataforma da rede

Já viram o novo lançamento do Facebook? Chama Facebook Studio, e é um espaço com todos os trabalhos criativos realizados na rede social.

Lá você consegue ver as açoes e fanpages mais ‘curtidas’ e mais mencionadas, e pode selecionar por região e idioma, ou ainda navegar pelas mais recentes.

É uma forma do facebook estimular o uso da plataforma por mais marcas e agências, fazendo algo que pode ser útil pra elas. Foi uma boa sacada!

Vai ter até um festival para selecionar as melhores idéias. Dá pra se inscrever pelo facebook-studio.com/awards

A ideia é bacana, e como até agora tudo que o Facebook criou foi um sucesso, não deve ser diferente com esse lançamento!

Case Arezzo vira assunto nas redes.

Vocês já devem ter ouvido sobre o Case Arezzo, que está triunfando os Trending Topics nos últimos dias.

O caso foi que dia 15 de Abril a Arezzo lançou a nova coleção da marca, repleta de bolsas, sapatos e casacos com pele de coelho e raposa. Diante desse fato, começou a explodir manifestações no twitter, de pessoas indignadas por conta do uso das peles. Deu tanto ‘pano pra manga’ que a marca teve que retirar os produtos das vitrines e divulgou um comunicado à imprensa como um ato de respeito e transparência, dizendo que as peles usadas na confecção das peças haviam cumprido todas as leis envolvidas na questão e que não cabia à imprensa discutir a causa.

A questão abordada, acabou gerando uma série de outras discussões pois, será que as manifestações só aconteceram porque as peças eram feitas de pele de coelho e raposa? E quanto às outras tantas peças que vemos por aí, de pele de cobra, lagarto, jacaré… Que inclusive, têm o mesmo público-alvo que a Arezzo?

Como diz um texto que li em um site cultural, se formos mais além, essas mesmas pessoas que explodiram o twitter de mensagens e críticas à Arezzo, deveriam parar de comer carne, não comprar roupas de couro legítimo, adotar cãezinhos em abrigos, ao invés de pagar fortunas por raças superiores.

Por um lado, podemos até aceitar as críticas à marca, pois afinal, um país como o Brasil, com um clima tropical não precisa de enormes casacos de pele, que geralmente são usados nos terríveis invernos da Europa – e por isso, lá sim, esse tipo de peça faz sucesso!

Mas partindo do princípio de que as manifestações foram altamente grosseiras, e acabou prejudicando a marca que, na teoria estava de acordo com leis e processos do segmento, podemos perceber a força das redes sociais. Já cansamos de falar sobre isso aqui, em todos os portais, sites, publicações… Todos sabem que as redes hoje viraram algo que não conseguimos separar real do virtual. Porém um case novo sempre dá uma percepção diferente sobre como é essa não-divisão dos ‘mundos’.

Falar sobre alguma marca em redes sociais, é uma responsabilidade muito grande, ainda mais quando o que foi falado atinge um grande número de pessoas, e pior ainda quando o assunto vira TT no twitter!

Não estamos aqui defendendo a marca, muito menos as críticas. O importante é sempre zelar pela imagem de sua marca, sempre atentar-se para a interatividade com o cliente pelas redes, evitando manifestações como essa que podem prejudicar sua empresa de várias formas.

Campanha Pepsi

Depois do viral que a Pepsi fez com o David Beckham chutando a bola na praia, foi a vez de Sofia Vergara participar da campanha.

Ela usa o twitter pra ganhar uma Pepsi Diet no píer onde está. Olha o vídeo abaixo:

Virada Cultural em São Paulo

A virada cultural aconteceu nesse fim de semana, e você foi?

Foi a 7ª edição do evento que iniciou as 18h do sábado e foi até as 18h do domingo. 24 horas ininterruptas de atrações pela cidade de São Paulo.

programação musical continua sendo o carro-chefe do evento, contemplando diferentes ritmos, estilos, artistas nacionais e internacionais. Um vasto programa de artes cênicas e visuais se soma a uma concorrida agenda de paradas e desfiles e maratonas.

O centro velho foi fechado para carros e o metrô ficou funcionando durante as 24 horas.

Sobiram ao palco artistas brasileiros já consagrados, como Rita LeePaulinho da Viola,Erasmo CarlosDominguinhosEumir Deodato e também novos talentos, como DuaniCibelleThaís Gullin e Rumpilezz.

Entre os internacionais, São Paulo recebeu Armando ManzaneroSkatalitesFred Wesley and the New JB’sSteel Pulse e Edgar Winter, entre inúmeros outros.

Sepultura se apresenou com a Orquestra Experimental de Repertório, sob regência de seu titular, Maestro Jamil Maluf. A São Paulo Companhia de Dança dançou ao som da Osesp (Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo). A OCAM da USP comemora 70 anos de Frank Zappa.

Durante as 24 horas da Virada Cultural houve apresentação da banda Beatles 4Ever, formada por músicos brasileiros. O quarteto, formado em 1976, tocou absolutamente todos os discos da banda inglesa, na íntegra, em sequência.

93 locais e 121 espaços de apresentação espalhados pela cidade, 952 atrações apresentadas.

Apesar da multidão que compareceu na virada, os shows foram muito bons e de acordo com informações da prefeitura, esse foi o ano que tivemos maior público e menor índice de ocorrências policiais.

%d blogueiros gostam disto: