A publicidade deve recorrer as novas mídias.

Alienados? Dominados pela nova tecnologia? Alimentados pelo consumismo tecnológico?

Estas perguntas se fazem para tentar entender o domínio da gigante Apple e das suas novidades que mudam hábitos e comportamento de consumo das pessoas. Inclusive, a Motorolla aborda esta “alienação” em seu novo filme para a campanha do tablet XOOM.

Na realidade a resposta é simples! Como já dizia o poeta Raul: o ser humano é uma metamorfose ambulante. Vivemos numa sociedade cíclica, ao exemplo do mercado da moda que vai e vem, só que além disso o novo e o melhor sempre nos atrai, quase que instintivamente. É por isso que a Apple faz tanto a diferença e é sucesso. O objetivo aqui não é fazer propaganda ou defender a marca, mas ela sai na frente sempre e simplesmente pensa em novas soluções que podem mudar o jeito como as pessoas vêem as coisas. O que impacta o modelo de publicidade que temos.

A verdade é que tudo isso é pra dizer que nosso mercado está 100% envolvido nisto e quem não enxergar dessa forma está obsoleto. Colegas, o que dizer sobre os apps, iAds e plataformas da maçã? São coisas que começaram com ela e hoje estão presentes em tudo. Para se ter um exemplo, escute o que Arnaldo Jabor tem a dizer sobre as redes sociais e estas “coisas” na crise do Egito. A verdade é que toda essa parafernália tecnológica já faz parte (ou deveria fazer) dos nossos planos de mídia e parecem ser muito mais eficazes do que os meios tradicionais.

A pequisa da Nielsen, divulgada essa semana e encomendada pela Campbell’s (empresa de sopa) e  Apple aponta que estes iAds, anúncios nos apps para iPhone, iPod e iPad, são mais eficientes do que as peças veiculadas em TV. Será que alguém mais vê o quanto isso é representativo? É claro que sim! rs

O que foi detectado com esta pesquisa é que as pessoas expostas a esses iAds se recordam da marca com 5 vezes mais frequência do que àquelas que assistiram ao comercial na TV. O mais impressionante, além disto, é que a intenção de compra deste público foi 4 vezes maior. Deu pra sentir o grau de penetração dessa mídia?

E é ai que vem o grande lance do negócio. A Apple cobrou cerca de US$ 1 mi pela propaganda (iAd) nos apps. Por outro lado a Campbell’s teve que investir US$ 25 milhões nos anúncios de TV.

O alto desempenho dessa mídia alternativa se dá pela diferença entre o que é tradicional e cansativo (TV) e a tecnologia na nova modalidade de publicidade. E outra, o custo da campanha nos apps da Apple foi muito inferior.

O mundo muda e vai sempre continuar mudando. Como profissionais que somos não podemos ficar presos aos mesmos modelos esperando os mesmos resultados. É preciso caminhar tão rápido quanto essas mudanças, às vezes até mais rápido, caso contrário o fracasso é eminente.


Anúncios
  1. 24 de fevereiro de 2011

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: